Projeto Tênis na Lagoa > Blog  > Eventos  > Projeto Tênis na Lagoa celebra 17 anos com eventos online e torneio em homenagem à data

Projeto Tênis na Lagoa celebra 17 anos com eventos online e torneio em homenagem à data

Junho é um mês especial para o Tênis na Lagoa. Foi quando, em 2004, Alexandre Borges resolveu tirar seu sonho do papel: tornar a prática de tênis, esporte pelo qual é apaixonado desde pequeno, mais acessível. Para isso, buscou autorização na Prefeitura do Rio de Janeiro para utilizar as quadras da Lagoa como local de ensino para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Conseguiu. O desejo deu lugar ao trabalho e, 17 anos depois, vidas continuam a ser transformadas pelo poder do esporte.

Atualmente, mais de 4 mil alunos já passaram pelo Projeto. O crescimento foi responsável por trazer novos desafios e dificuldades, nada capaz de parar Alexandre. O fundador da iniciativa buscou recursos em áreas variadas e hoje conta com uma equipe de professores e voluntários de diferentes setores. Thomaz Koch, ex-tenista e padrinho do Tênis na Lagoa, destaca a resiliência de Alexandre e Paula, sua esposa, ao longo dos anos. “Eu fico pensando na dificuldade que era pra eles no comecinho e como as venceram. É porque os dois são realmente guerreiros”, diz.

Lui Carvaho, atual diretor do Rio Open, evento parceiro do TNL desde 2013, também destaca o trabalho do Alexandre e da Paula como principal diferencial do Projeto. “Eles realmente tratam todas as crianças como se fossem filhos deles, dando não só toda estrutura pra que essas elas possam se desenvolver no tênis, mas também amor, carinho, atenção, educação. Um respaldo que eu imagino que seja muito mais importante pra essas crianças do que apenas a prática do esporte”, afirma.

E de fato o Projeto almeja que seu impacto vá muito além do esporte. Para isso, conta com iniciativas que vão desde parcerias com instituições de ensino até acompanhamento psicológico, por exemplo. É possível acompanhar os resultados práticos dessas ações nos depoimentos das mães dos participantes do Projeto. Para Micheli, mãe dos atletas da Equipe de Competição Giovanna e Hélio Sampaio, a presença dos filhos no TNL “os fez evoluir inclusive em questões do dia a dia como disciplina e organização”.

Outra mãe que afirma os benefícios múltiplos do Projeto é Gonçala. Responsável por Antônio Vitor, de 14 anos, ela conta sentir que o Tênis na Lagoa deixou o filho “mais responsável com as tarefas que precisa realizar e muito mais centrado no que ele quer”. “Eles (os alunos) ficam muito mais concentrados em estudar, fazer esportes. Gostam de participar do que participam e têm muito conhecimento. Também têm contato com muita gente diferente do nosso nível social, o que é muito bom pra eles”, completa.

O conhecimento citado por Gonçala não é apenas teórico ou relacionado ao esporte, mas passa por experiências e oportunidades que antes estavam fora da realidade de muitas crianças que frequentam o TNL. Além de competições em outros estados do Brasil, Antônio Vitor já foi à Portugal, Espanha e Estados Unidos para representar o Projeto, por exemplo. “Isso pra mim é de uma importância muito grande, uma alegria muito grande. Jamais eu teria condições de mandar meu filho pra um desses lugares, mas através do Tênis na Lagoa o meu filho foi”, conta emocionada.

Trabalho duro, respeito, disciplina e conquista do que parece ser impossível são valores inseparáveis do Tênis na Lagoa. Mas não são os únicos. A diversão e o encantamento também se fazem presentes no dia a dia do projeto, seja com dinâmicas realizadas pela Equipe de Psicologia ou com as festas realizadas em datas comemorativas. E o aniversário de 17 anos não poderia passar em branco. Durante todo o mês de junho foram realizadas diferentes maneiras de celebrar a data.

Nas redes sociais, foram exibidos vídeos de alunos, ex-alunos, apoiadores, voluntários e parceiros do Projeto. Eles eram compostos por depoimentos com experiências, percepções e trabalhos desenvolvidos por pessoas que fizeram parte da história do TNL. Dentre eles, o ex-tenista Thomaz Koch e a tenista Bia Haddad. Ao todo, 25 pessoas deram seus testemunhos. Atualmente, é possível acessá-los pelo canal do YouTube do Tênis na Lagoa a partir da playlist abaixo:

A comemoração presencial ficou por conta de um evento no Clube Marapendi, localizado na Barra na Tijuca. Durante a reunião, houve uma homenagem à Ney Prado Junior, apoiador assíduo do Projeto. Além disso, os alunos do TNL puderam disputar um torneio interno no clube e concorrer a brindes. Desde o início da pandemia de Covid-19, esta foi a primeira festa a combinar diferentes turmas do Projeto. A esperança é que essa prática possa se tornar comum novamente, retornando assim, a verdadeira essência do Tênis na Lagoa.

Ney Prado Junior, ao centro, sendo aplaudido pelos alunos do Projeto

As celebrações incluíram, ainda, um Show de Talentos. O evento realizado online com transmissão pelo YouTube contou com habilidades pra todos os gostos. Vídeos de canto, dança, apresentações com instrumentos musicais e habilidades em outros esportes foram só alguns dos talentos mostrados durante o evento. Ao todo, 35 crianças e adolescentes do Projeto revelaram aspectos de suas vidas além do tênis. Voluntários e amigos do Projeto também participaram. Para assistir o evento na íntegra, acesse:

 

Laryssa Bach

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

Translate »